Sindical - 19/11/2019

Servidores públicos e centrais sindicais deliberam calendário da Jornada Nacional de Lutas

Entidades sindicais nacionais reuniram-se, nesta quarta-feira, 24/8, na sede da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), em Brasília/DF, para definir calendário de ações para a Jornada Nacional de Lutas em Defesa do Serviço Público, rumo à greve geral, com objetivo de combater retrocessos a direitos trabalhistas e sociais consagrados no texto constitucional.

Participaram do encontro representantes das centrais sindicais: NCST; CTB; UGT; CUT; Força Sindical; CSB; CSP Conlutas e Pública.

As sugestões foram encaminhadas no dia 23/8 em reunião no Sindicato dos Policiais Federais no Distrito Federal - Sindipol/DF (saiba mais).

Entre as atividades consensuadas, estão:
06 de Setembro de 2016 - Dia Nacional de Conscientização em Defesa dos Serviços Públicos. O objetivo é envolver todos trabalhadores públicos e privados do Brasil com o intuito de conscientizar e dialogar com a sociedade acerca dos projetos que atacam o serviço público nacional;

12,13,14 de setembro - Caravana nacional com acampamento em Brasília.

13 de setembro – Ato unificado de todas as centrais, confederações, federações e movimentos sociais e estudantis.

14 de setembro – Plenária unificada com todos caravaneiros para avaliação do Indicativo de Greve Geral do Funcionalismo Público.

14 de setembro – Concomitante as atividades em Brasília, Plenária e/ou reunião unificada nos estados para avaliação do indicativo de Greve Geral do Funcionalismo Público.

15 de setembro – Reunião com as lideranças das centrais, confederações, federações. – para fazer balanço das atividades.

Encaminhar parlamentares ao acampamento.

Estender o convite aos Sindicatos e Federações de trabalhadores que estão em Campanha Salarial: Petroleiros, Correios, Bancários, Segurança Pública, Movimentos Sociais e Estudantil;

Convocar reuniões estaduais do funcionalismo urgentemente para construir os fóruns Estaduais de Servidores Públicos em Luta e as caravanas;

Eixos centrais da caravana a Brasília e atos nos Estados:

Em Defesa do Serviço Público e dos trabalhadores.

Destacar a PEC 241/2016 e PLP 257/2016 nos cartazes.

No relatório, destacar os PLP 257/2016, PEC 241/2016, PLS 204/2016, PLS 559/2013, PLS 389/2015, MP’s 726/2016, 739/2016, PL 4567/2016 entre outras;

Elaborar Nota para Imprensa, denunciando os ataques aos Serviços Públicos. Destacar os Projetos que estão tramitando no Congresso Nacional;

Fasubra: Elabora proposta – Prazo de entrega: sexta feira (26).

CSPB: contactar com Agência para divulgação – Prazo de entrega custo: sexta feira (26);

Indicar nomes das centrais e entidades para a deputada Erika Kokay e ou Patrus Ananias, dia (24/08), para os debates que ocorrerão, na Câmara dos Deputados, sobre a PEC 241/2016.

Os sindicalistas, na ocasião do encontro, indicaram nomes das centrais e entidades sindicais dos servidores públicos para a elaboração de requerimento que embasará o Movimento Unificado para debates na Câmara dos Deputados sobre a PEC 241/2016.

As propostas acima deliberadas serão encaminhadas às bases das respectivas entidades sindicais com objetivo de viabilizar a execução dos encaminhamentos.

As entidades sindicais: CSPB, Fetasp/PB, Fesempre, Fenaspen, Anfip, Sinasefe, Fenasemp, Andes, Fenafirc, Aner, Sindvet, Aduf, Proifes-Federação, Sindicop-SP, Fessp-Esp, FenaPRF, Fasubra, Fenajud; Fenasps; Adfoc-SN, Dieese, Fesmepar, Sindilegis, Febrasp, Sindfazenda, Sindpen-DF, Sindireta, Sint-ifesgo, Sinal e Cobrapol, também integram e se somam ao Movimento Unificado em Defesa do Serviço Público. Fonte: CSPB

Newsletter